Blog

Fique por dentro de tudo

02/08/2023

Celebrando o Dia Mundial do Meio Ambiente, um guia para professores superpoderosos!

  • Aventuras do Conhecimento
  • Cidadania
  • Educação Ambiental
  • Gibis na Educação
  • Meio Ambiente
meio ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, foi instituído pela ONU para aumentar a conscientização e ação global em prol da preservação ambiental e uma oportunidade incrível para conscientizar os alunos sobre a importância de proteger nosso planeta. Que tal explorarmos o Dia Mundial do Meio Ambiente com a ajuda das HQs? Esse formato cativante e envolvente é perfeito para conscientizar todas as idades sobre a importância da preservação ambiental.

Neste guia, vamos te mostrar como usar o poder dos quadrinhos para criar projetos e ações empolgantes na sala de aula, transformando o aprendizado sobre o meio ambiente em uma aventura.

Escolha seus superpoderes: selecionando as HQs certas 

A jornada começa com a escolha das HQs ideais. Explore o universo dos quadrinhos e encontre histórias que abordam temas ambientais. A coleção ‘Aventuras do Conhecimento’, da Sênior Editora, utiliza gibis de maneira lúdica e divertida para abordar temáticas ambientais. Esses materiais não apenas entretêm, mas também educam, promovendo a conscientização sobre a preservação do meio ambiente entre as crianças. Por meio das histórias protagonizadas pela Turminha dos Heróis da Natureza, os gibis ensinam a importância da água, a necessidade de gestão adequada do lixo e outras questões ambientais essenciais. 

Aprendendo sobre o Meio Ambiente com ações práticas 

Oficina de brinquedos sustentáveis 

Atividade: Crie brinquedos utilizando materiais reciclados, solicitando aos alunos que separe-os em casa e os levem até a escola no dia agendado para essa atividade. Esse é um bom momento para explicar um pouco sobre a separação do lixo, o que pode ser reaproveitado e quais matérias-primas são mais degradantes para o meio ambiente.

Com essa oficina conseguimos trabalhar a criatividade e a conscientização sobre o reuso de materiais. 

Meu diário ambiental 

Atividade: Cada aluno mantém um diário onde registra suas próprias ações para preservar o meio ambiente, se tornando um participante ativo do processo de cuidar do planeta. Crie uma rotina para que os alunos compartilhem entre si seus registros entre os amigos da classe, estimulando assim a troca de boas práticas.

Esta atividade incentiva a responsabilidade individual e a reflexão sobre práticas sustentáveis que beneficiam ao planeta como um todo. 

Semana sem papel 

Atividade: Promover uma semana sem uso ou com redução do uso de papel, utilizando mais materiais e recursos digitais. As crianças adoram as telas, e podemos, com este movimento, dar um significado mais amplo ao uso de recursos que colaboram com a redução de materiais e reduzem a produção de lixo. 

A tecnologia é um recurso fundamental para redução de consumo de materiais e pode ser explorada como uma ferramenta que apoia estas práticas. 

Teatro sobre o Meio Ambiente 

Atividade: Criação e apresentação de peças teatrais que abordem temas ambientais. Objetivo: Utilizar a arte para sensibilizar sobre questões ecológicas e promover a expressão criativa. 

Dia do Descarte Correto 

Atividade: Organize um dia específico para coletar eletrônicos e outros materiais recicláveis. 

Ensinar sobre o descarte correto de resíduos e a reutilização de materiais vai mudar a relação das crianças com os materiais que vão para o lixo em casa, na escola e onde elas estiverem. 

Objetivos Didáticos 

As atividades propostas têm como objetivo principal promover a conscientização ambiental e desenvolver a responsabilidade ecológica entre os alunos desde cedo. A utilização de gibis como ferramenta pedagógica é embasada em teorias educacionais que destacam a importância do aprendizado lúdico e da integração de diferentes mídias no processo de ensino. Segundo Piaget, a aprendizagem ativa e participativa é crucial para o desenvolvimento cognitivo das crianças. Complementarmente, Vygotsky enfatiza a importância das interações sociais e culturais no desenvolvimento do aprendizado, o que se alinha com atividades colaborativas como a criação de peças teatrais e campanhas de conscientização. 

Além disso, Freire destaca a educação como um ato de transformação social, onde o conhecimento é construído coletivamente e aplicado em contextos reais. Isso se reflete nas atividades práticas como a Oficina de Brinquedos Sustentáveis e o Dia do Descarte Correto, que não apenas ensinam conceitos teóricos, mas também incentivam a aplicação prática e o desenvolvimento de habilidades de resolução de problemas. A abordagem baseada em projetos e a incorporação de tecnologia, como na Campanha “Sem Papel”, são suportadas por estudos que mostram que esses métodos aumentam o engajamento dos alunos e facilitam a compreensão de conceitos complexos. Tais objetivos estão alinhados com o posicionamento da ONU em relação às mudanças climáticas. 

Para saber mais acesse: Comitê dos Direitos da Criança da ONU apela aos Estados para que tomem medidas nas primeiras orientações sobre os direitos das crianças e o meio ambiente, com foco nas mudanças climáticas (unicef.org).

Para a implementação eficaz dessas atividades, recomenda-se estabelecer parcerias com editoras especializadas em quadrinhos educativos, como a Sênior Editora. A Sênior Editora oferece uma vasta gama de gibis que abordam temas ambientais de maneira acessível e envolvente, contribuindo significativamente para a educação ambiental. Ao colaborar com a Sênior Editora, os professores podem acessar recursos de alta qualidade que enriquecem o currículo e tornam o aprendizado mais dinâmico e interativo. Para mais informações sobre os materiais disponíveis, visite https://senioreditora.com.br/colecoes/